A CARREGAR

A CRIANÇA, de Marguerite de Hillerin e Félix Dutilloy-Liégeois, estreia hoje de norte a sul do país

10 Fevereiro, 2022

A CRIANÇA é uma primeira obra da dupla de jovens realizadores Marguerite de Hillerin e Félix Dutilloy-Liégeois. Com argumento da autoria dos realizadores, livremente adaptado do conto O Órfão, de Heinrich von Kleist (tradução de José Maria Vieira Mendes), A CRIANÇA começou o seu percurso internacional no início do ano, destacando-se na secção competitiva mais importante do Festival de Roterdão, a Tiger Competition.

Esta produção Leopardo Filmes, em co-produção com Alfama Films, conta com João Arrais, Inês Pires Tavares, Maria João Pinho e Alba Baptista nos destaques do elenco, tendo ainda uma participação especial de Albano Jerónimo. Destaque ainda para Grégory Gadebois e Loïc Corbery.

A CRIANÇA é a mais recente produção da Leopardo Filmes (em co-produção com a Alfama Films e a RTP) e conta com um elenco onde pontuam muitos dos melhores actores e actrizes portugueses, entre eles João Arrais, Inês Pires Tavares, Alba Baptista, Maria João Pinho, Albano Jerónimo e João Vicente, e ainda os actores franceses Loïc Corbery (da Comédie-Française) e Grégory Gadebois (“J’accuse – O Oficial e o Espião”, de Polanski, e “Correu Tudo Bem”, de Ozon).

Em exibição:
Cinema Medeia Nimas, Lisboa
UCI El Corte Inglés, Lisboa
NOS Amoreiras, Lisboa
NOS Almada Fórum, Lisboa
Cinema City Alvalade, Lisboa
Cinema Charlot, Setúbal
Teatro Campo Alegre, Porto
Cinema Trindade, Porto
UCI Arrábida, Vila Nova de Gaia
NOS Alma Shopping, Coimbra


Sessões únicas:
Theatro Circo, Braga
Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra
Auditório Soror Mariana, Évora
Centro de Artes e Espectáculos, Figueira da Foz
Teatro Sá da Bandeira, Santarém

A CRIANÇA, um filme de Marguerite de Hillerin e Félix Dutilloy-Liégeois, produzido pela Leopardo Filmes, em Competição no Festival de Roterdão

7 Janeiro, 2022

O IFFR – International Film Festival Rotterdam, o primeiro dos grandes festivais europeus do ano (26 de Janeiro a 6 de Fevereiro 2022) acaba de anunciar que A CRIANÇA, primeira longa-metragem de Marguerite de Hillerin e Félix Dutilloy-Liégeois, produzida por Paulo Branco e Juan Branco, integra a Selecção Oficial em Competição, a Tiger Competition, a mais importante do festival.

Nesta adaptação livre do conto “Der Findling”, de Heinrich von Kleist (que está publicado em Portugal com o título “O Órfão”, numa tradução de José Maria Vieira Mendes), Hillerin e Dutilloy-Liégeois, também autores do argumento, transportam o filme para o século XVI português. Lisboa é uma cidade cosmopolita, onde o apogeu de um poder que a expansão trouxera se começa a esboroar, ao mesmo tempo que se instala a rigidez de uma Inquisição cada vez mais prepotente. Perto de Lisboa, Bela (João Arrais), um adolescente adoptado por um casal franco-português de abastados negociantes, vive uma intensa história de amor com Rosa (Inês Pires Tavares) e uma história de amizade com Jacques (Loïc Corbery), amigo dos pais adoptivos. Bela tenta encontrar o seu lugar, mas uma sucessão de acontecimentos (causados por equívocos e ambiguidades, ou pelo ciúme…), conduzem ao desastre.

A CRIANÇA é a mais recente produção da Leopardo Filmes (em co-produção com a Alfama Films e a RTP) e conta com um elenco onde pontuam muitos dos melhores actores e actrizes portugueses, entre eles João Arrais, Inês Pires Tavares, Alba Baptista, Maria João Pinho, Albano Jerónimo e João Vicente, e ainda os actores franceses Loïc Corbery (da Comédie-Française) e Grégory Gadebois (“J’accuse – O Oficial e o Espião”, de Polanski, e “Correu Tudo Bem”, de Ozon).

A fotografia é de Mário Barroso e os décors de Zé Branco.

O filme chegará às salas de cinema em Portugal a 10 de Fevereiro, e estreia-se em França a 13 de Abril.